Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Conselho de Medicina vai debater gravidez na adolescência na Semana Nacional de Prevenção
Seg, 04 de Fevereiro de 2019 14:42

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Mato Grosso (CRM-MT) realizará no dia 8 de fevereiro, às 19h, no auditório do CRM-MT, a mesa-redonda “Gravidez na Adolescência: Compreendendo e Acolhendo para Prevenir”. O evento visa promover a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, que começou oficialmente no dia 1º de fevereiro.

As palestras abordarão os temas “Visão epidemiológica atual da gravidez na adolescência”, com o Dr. Luis Menechino, da Secretaria Estadual de Saúde; “O papel da pediatria na prevenção da gravidez”, com a Dra. Alda Elizabeth Azevedo, presidente do Departamento Científico de Adolescência da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP); “Aspectos obstétricos e contracepção da gravidez”, conduzida pela Dra. Zuleide Cabral, da SOGIA-BR, SOMAGO e FEBRASGO; e “Aspectos legais da contracepção na adolescência”, ministrada pela advogada Dra. Helen Rezende, da assessoria jurídica do CRM-MT. O evento é aberto ao público.

Publicada no Diário Oficial da União (DOU) em 4 de janeiro deste ano, a Lei 13.798/2019, , acrescenta a iniciativa ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O objetivo é disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas para reduzir a incidência de gravidez na adolescência. A oficialização da data, que será celebrada anualmente, foi proposta em 2010 pela então senadora Marisa Serrano (PSDB-MS).

O evento conta com o apoio da Sociedade Mato-grossense de Pediatria (SOMAPE), Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Sociedade Mato-grossense de Ginecologia e Obstetrícia (SOMAGO), Academia de Medicina de Mato Grosso, Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) e a Associação Brasileira de Obstetrícia e Ginecologia da Infância e Adolescência (SOGIA-BR).

 

Mato Grosso registra 50 mil mães adolescentes em cinco anos

Conforme os dados da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (COVEPI –SES/MT), Mato Grosso registrou nos últimos cinco anos cerca de 50 mil casos de adolescentes que se tornaram mães na faixa etária de 10 a 19 anos.

 grafico1

Ainda segundo os dados parciais da COVEPI-SES/MT, na região que compreende a “Baixada Cuiabana” 13 mil mocinhas se tornaram mães em cinco anos. Em 2018, 14% dos nascidos vivos nesta região são filhos de mães adolescentes.

grafico2

 

Última atualização em Seg, 04 de Fevereiro de 2019 14:47
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Regional de Medicina do Estado de Mato Grosso -Todos os direitos reservados
Endereço do CRMMT Rua E, S/Nº Centro Politico Administrativo - Caixa Postal 10020, CEP: 78049-918, Telefone (65) 3612-5400, Fax (65) 3612-5440 
Cuiabá-MT